BlogBlogs.Com.Br Naftalina - Porque a paixão esteve muito tempo guardada: Maio 2009

sexta-feira, 15 de maio de 2009

A Primeirona é logo ali.

Dia 16 de julho de 2009.

Essa data marcará um aniversário negativo para o America. Nesse dia, se completarão 14 meses sem uma partida oficial de futebol profissional para a equipe rubra. E se começará uma nova fase, a Série B. Que para todos nós, é o marco de retomada da rica história americana. Que assim seja.

Analisando nosso grupo na segunda divisão, pude constatar duas particularidades. A primeira é nos reencontraremos com dois rivais históricos e tradicionais: Bonsucesso e São Cristóvão. Aliás, America X São Cristóvão será “O CONFRONTO” da Série B. 8 títulos estaduais reunidos em uma partida. Não é qualquer confronto que demanda tanta atenção, nessa edição da segundona, como esse. O Bonsucesso é outra equipe tradicionalíssima do nosso Grupo, vice-campeão estadual de 192, time de Leônidas, “só” isso.

Nesse grupo, 6 times nunca enfrentaram o America em competições oficiais, são eles: Artsul, CFZ, Profute, Bréscia, Quissamã e Riostrense. E sobra um, aquele que fez um jogo marcante com o AFC no estadual de 2008. Pra mim, foi o jogo do rebaixamento. America 3x3 Cardoso Moreira. Vencíamos por 3x0 e deixamos empatar. Triste temporada aquela.

Com o grupo formado, tenho meus palpites e preferências.
Passam:
America
Bonsucesso
São Cristóvão
Quissamã
CFZ

Raio X dos confrontos

Contra o São Cristóvão, foram 133 jogos, com 84 vitórias rubras, 27 empates e 22 vitórias cadetes. Já com o rubro-anil da Leopoldina foram 116 jogos, com 74 vitórias do America, 21 empates e 21 vitórias do Bonsucesso.

Contra o Cardoso, temos apenas um empate e um confronto.
Será uma bela competição.

sábado, 2 de maio de 2009

Salve, salve, simpatia.


Numa época em que pessoas morrem por explicitar suas preferências, sejam elas das mais diversas vertentes e origens, me impressiona a aceitação, ou a antipatia, que uma instituição / preferência pode ter. Não acredito que alguém morra por ser americano. Aliás, apaguem o que eu escrevi, é meio esdrúxulo.

Mas a simpatia que o AFC tem nas mais diferentes torcidas é de assustar. Não que eu ache maravilhoso esse infindável termo de "segundo time dos cariocas". Mas já que não posso mudar isso, que eu veja o lado bom da coisa. Sim, ele existe. Acredito fielmente que o ressurgimento do America, como Football Club, passe pela sua fama de time-simpatia. Hoje, infelizmente, a torcida do America já não pode fortalecer economicamente seu clube de coração, por motivos já bem esclarecidos. Na nossa melhor fase dos ultimos anos, "só" colocávamos mais ou menos 2mil pessoas no Giulite Coutinho, na fases finais da Série C 2008. Nossa semi-final de Taça GB 2006 com a Cabofriense levou 8mil americanos ao Maracanã. 15mil foram na final maldita e não tenho certeza que eram 100% de americanos.

Não é demérito algum. É apenas uma consequência de 20 poucos anos de times medíocres, administrações pífias [/maurocezarpereira].

Acho que na Série B carioca, o AFC deveria explorar esse apelo e reverter em público. Que torcedores de todos os times adotem o AFC na Série B carioca. Que nossos jogos se realizem em horários diferentes dos times cariocas que participam do Brasileirão. Isso pode chamar público.

Não sei se deliro. Ou se me inspiro nas palavras de meu falecido avô: "O America é gigante, até mesmo para sua torcida", ao ser indagado por mim sobre a falta de torcida nos estádios.


O America é mesmo gigante.



Post dedicado ao meu avô, Seraphim Dutra.