BlogBlogs.Com.Br Naftalina - Porque a paixão esteve muito tempo guardada: Maio 2008

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Em 81, já sofríamos com ela...



Hoje, quem é a "mulher" da vez?

Enquanto isso, nosso site oficial super antenado, publica a pesquisa fajuta da Gallup... Nem rir, eu consigo mais.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Vale o que tá escrito!!!


Tenho conversado com muitos amigos rubros e sempre tenho discutido essa questão da Virada de Mesa. Sou extremamente contra subir no apagar das luzes. Deve ser posto em prática aquilo que foi acordado. Em nenhum lugar do regulamento do Carioca Série A 2008 especificava que se a agremiação America F.C. sofresse o descesso, o campeonato se anularia.

Assinou o papel? Vale o que tá escrito!!!

Em tenho motivos bem reais para ser contra. Primeiro, acho que no Brasil não podemos mais ter este tipo de pensamento do "jeitinho". Francamente, não sou da classe política. Deixemos os acordões lá no Planalto. Segundo, que a história dos times que subiram assim não é animador. O próprio America quando disputou o Brasileirão Série A, em 1988, foi ridículo. Não entro no mérito da questão da Copa União de 87. Mas é fato que a mesa foi virada e nós fomos recolocados na primeirona. Antes tivéssemos disputado a Segundona de 1987. Mentalidade errada na minha opinião dos dirigentes da época. Nessa questão sim, orgulho besta.

Mais adiante, Fluminense e Bragantino em 1996. O primeiro caiu de novo no ano seguinte, o segundo ficou uma posição fora da degola, voltando a cair em 1998. Flu ficou tão destroçado que chegou ao fundo do poço caindo pra C também em 1998. Aí temos a João Havelange, que resgata Fluminenze e Bahia. Só lembrando que o título da Série C pro Fluminense ajudou e muito num quesito: Re-estruturação.

Bahia não passou por isso, e caiu novamente em 2003. Pior... em 2005 novo rebaixamento e o fundo do poço, como visto acima. Em 2006, não consegue retornar à B, algo que só conseguiu no ano passado, na miserável edição da Terceirona que coroou a incompetência americana em gerir um time. Ano das goleadas de 5x0. Pra "Bagú" e CRAC.

Hoje o Bahia caminha a passos lentos para a re-estruturação. Mas CAMINHA!

O nosso caso é mais parecido com o América-MG. Eles disputaram a segundona mineira. Não tinha pra ninguém, era obrigação do clube! Ninguém tinha mais tradição e responsabilidade que o América-MG na corrida do título. Isso deveria ser aplicado no America-RJ [muito me orgulha o "RJ" no final do nome]

E ainda esse ano disputarão a Série C, vaga conseguida na "Copa Rio" de Minas.


E o nosso America-RJ? Despreza sua Copa Rio. Renega sua condição de time de Segundona. Pois o clube é imenso, a mentalidade desses gestores não chega aos pés da nossa agonia.



Mas eu acredito.